Sábados e feriados são agora dias letivos na rede estadual de ensino mineira

23/09/2011 20:23

BELO HORIZONTE (23/09/11) - Para os estudantes das escolas afetadas pela paralisação dos profissionais da educação, que atinge parcialmente a rede de ensino estadual mineira, sábados e feriados serão dias letivos. A alteração no calendário se dá a partir deste sábado (24) e vai perdurar até a integralização do ano letivo de 2011. Será utilizado também todo o mês de janeiro e parte de fevereiro do próximo ano.

O calendário foi montado de modo a manter os feriados dos meses de outubro e novembro, além de uma semana de descanso no fim do ano. Durante a reposição, não haverá aulas nos dias 12 de outubro e 2 e 15 de novembro. Os estudantes também terão recesso de fim de ano, entre o dia 24 de dezembro e o dia 1º de janeiro. O calendário toma como base o dia 19 de setembro como data de reinício das aulas, mas caso alguma escola permaneça paralisada será necessário um reajuste nas datas.

Para que uma escola integralize o ano letivo de 2011, é necessário que sejam cumpridos os 200 dias letivos de aulas previstos na legislação. Um dia só é considerado letivo quando há, em sala, pelo menos 50% dos alunos. Para garantir que a reposição seja feita de forma correta, a Secretaria de Estado de Educação (SEE) vai acompanhar a reposição nas escolas. “Vamos fazer o monitoramento por meio dos inspetores escolares, dos diretores das superintendências regionais de ensino e também pedimos o apoio do Ministério Público e da Associação de Pais”, afirma a secretária de Estado de Educação, Ana Lúcia Gazzola.

Na Escola Estadual Henrique Diniz, em Belo Horizonte, a reposição dos 58 dias letivos para os 1.129 alunos do ensino fundamental e 1º e 2º anos do ensino médio começaram no último dia 12. A partir deste final de semana, as aulas serão realizadas também aos sábados. “Já designamos a maioria dos professores para esses anos de ensino. Como parte dos professores do 3º ano do ensino médio retornou, alguns designados para atender esses alunos agora vão dar aulas para o 1º e o 2º ano”, explica a diretora, Tereza Cristina Queiroga de Morais.

“Há casos em que não houve o retorno, mas os professores designados que estavam, por exemplo, com oito horas/aula, fizeram extensão de jornada”, completa a diretora. No 3º ano do ensino médio, a reposição começou no dia 16 de agosto e está com o quadro completo de professores para o atendimento dos mais de 248 alunos do último ano da educação básica. Na escola, a reposição se dá nos três turnos.

Em Nova Lima, na Região Metropolitana de Belo Horizonte, os alunos da Escola Estadual Deniz Vale já tiveram a experiência de aulas no sábado. A escola ficou paralisada em junho e julho e começou a reposição ainda em agosto. No último dia 10 de setembro, sábado, os estudantes fizeram aulas de reposição e no próximo sábado vão voltar à escola. “A frequência foi muito boa. Estamos procurando fazer atividades que atraiam os alunos no sábado para garantir a presença”, explica a diretora Isabela Giorgini Jardim.

A escola conta com cerca de 1.500 alunos, do 6º ano do ensino fundamental ao 3º ano do ensino médio. Segundo a diretora, a escola tem nove professores paralisados, mas o processo de designação está acelerado e a escola já funciona praticamente com a equipe completa.

 

Fonte: Agência Minas