Em Araçuai Lula evita falar de escândalos do Governo Dilma e promete voltar á cidade em agosto de 2014

19/08/2011 21:39

 

O ex-presidente Lula da Silva evitou comentar  nesta sexta-feira (19)em Araçuaí, no Vale do Jequitinhonha, os escândalos que derrubaram ministros do Governo Dilma. O ex-presidente não concedeu coletiva. Ao ser questionado pelo Jornal Gazeta se a faxina feita pela atual presidente não acabaria carimbando seu governo como “ corrupto”, já que a maioria dos demitidos abatidos em Brasília era uma herança do seu governo, o ex-presidente disse que não faria comentários  e  perguntou quem da direção do  PT estaria preocupado com a repercussão das demissões . O ex-presidente evitou ainda de falar sobre a promessa de asfaltamento dos links faltantes da BR-367 ligando Minas Novas a Virgem da Lapa e Almenara a Porto Seguro, num total de 174 km.

Lula desembarcou em Araçuaí por volta das 11:30 hs da manhã em um avião fretado pelo Instituto Lula. Foi direto para o IFNMG ( Instituto Federal Norte de Minas Gerais)onde apadrinhou a primeira turma de formandos dos cursos de agroecologia, enfermagem, administração e informática.  Lula almoçou carne de sol, moqueca de peixe, galinha caipira, arroz ao alho e feijão tropeiro.

 

A imprensa foi impedida de registrar o almoço. Apenas 8 membros da comissão de formatura da escola, 2 deputados federais  e um prefeito do PT além da direção da  Instituto tiveram acesso ao local

 Lula falou aos jornalistas na entrada do salão onde foi realizada a formatura. Um grupo de indígenas da etnia Pankararu  entregou ao ex-presidente, um pedido de ajuda para ampliar a reserva Cinta Vermelha em Araçuaí. Lula evitou ainda falar sobre a greve  iniciada em 8 de agosto, dos servidores das Escolas Técnicas Federais.

 

 Em seu discurso de 40 minutos, o ex-presidente lembrou da sua visita ao Vale do Jequitinhonha durante a Caravana da Cidadania promovida por ele nos anos 90 e da inauguração da ponte de Itinga em seu governo. Falou da crise internacional e que “ brasileiros movidos  por sonhos de miragem saíram do Brasil para paises ricos que não conseguiram resolver suas crises econômicas e que brasileiros que deixaram o país movidos por miragens de dinheiro fácil  estão retornando para ver um país com melhores oportunidades. Lula prometeu retornar a Araçuaí no dia 14 de agosto de 2014 para ver o que aconteceu na vida dos formandos. "Quero aqui assumir um outro compromisso com todos os formandos: o meu compromisso é que no dia 19 de agosto de 2014 vou voltar aqui para fazer reunião com todos os meninos e meninas que receberam o diploma para saber o que aconteceu na vida deles três anos depois de se formarem", disse Lula no início de seu discurso, diante de um auditório lotado.
"O compromisso é público",
afirmou. O ex-presidente não explicou o porquê de a promessa ser justamente para 2014.
  Em seu pronunciamento
  relembrou dos investimentos do seu governo na área da Educação e disse que Dilma vai criar mais 4 novas universidades no país na próxima semana. Disse ainda que a determinação do povo do Vale em enfrentar a seca  é uma lição para todo o país. “ Me afeiçoei ao Vale desde a Caravana da cidadania de 1993-94. Voltei depois de assumir a presidência da República, atravessei com meus ministros o rio Jequitinhonha em uma balça e prometi construir uma ponte e cumpri”, disse.

O município de Itinga possui um dos menores Indices de Desenvolvimento do  país (IDH)

Durante sua passagem por Araçuaí Lula recebeu um manifesto de professores da rede federal de ensino das escolas técnicas que estão em greve desde 8 de agosto. Em seu trajeto do aeroporto ao IFNMG Lula pode ver uma faixa de cobrança do asfaltamento da BR-367, cuja promessa de asfaltamento foi feita por ele, juntamente com a atual presidente Dilma , durante sua visita a Araçuaí para inaugurar o IFNMG e a barragem do Setúbal. Foi um protesto solitário do empresário Charles Ursine. A faixa foi retirada logo após a passagem do ex-presidente.

Lula deixou a Araçuaí no inicio da tarde,retornando para São Paulo.

 servidores dos INSTITUTOS FEDERAIS de educação em greve desde 8 de agosto exibem faixa de protesto durante passagem de Lula por Araçuaí

 

  Em protesto solitario empresario Charles Ursine de Virgem da Lapa cobra promessa de pavimentação  da BR 367