Declaração de secretário da AMM deixa imprensa do Jequitinhonha indignada

29/09/2011 00:13

"Não quero proibir o trabalho da imprensa porque precisamos dela", desculpou-se o secretário da AMM, Aurélio Cezar Donadia

 

“ Temos de normatizar o trabalho da imprensa durante as reuniões da AMM”. A declaração do prefeito de Itabirinha, no Vale do São Mateus, Aurélio Cezar Donadia Ferreira, (PSDB) 1º secretário da Associação Mineira de Municípios (AMM) deixou indignados os profissionais de mídia que cobriam em Jequitinhonha, no baixo Vale do Jequitinhonha, a segunda reunião itinerante da entidade realizada naquela cidade dia 28 de setembro. A reunião, realizada no Clube Campestre, reuniu 25 prefeitos , dos 100 convidados das regiões dos Vales do Mucuri, Jequitinhonha e São Mateus, com o objetivo de apresentar a "Agenda Positiva dos Municípios Mineiros "para ser entregue ao presidente da Assembléia Legislativa, Diniz Pinheiro, que não compareceu ao evento. Ele foi representando pelo deputado inácio Franco, 2º  vice-presidente da Assembléia.

De acordo com o prefeito, a distribuição de jornais e revistas durante os eventos tira a atenção dos participantes.  “ Ele foi infeliz na declaração. Isto é voltar ao período da ditadura. Vamos continuar distribuindo nosso material. Lê quem quer. Isto aqui é uma reunião pública”, afirmou Nalva Reis, da Revista Atual., de Almenara “ Um absurdo. Inaceitável”, completou Alessandro Xavier, do Informativo de Almenara. “ São nestes eventos que temos oportunidade de apresentar nossas publicações. Estou indignado com a declaração. Isto é censura”, observou Sebastião Damasceno, do Farol das Gerais. “ Vamos publicar em nossos jornais uma moção de repúdio a esta declaração”, sugeriu Sebastião Lobo, diretor do Vigia do Vale um dos mais antigos jornais  em circulação no Vale do Jequitinhonha. “ Quando querem se promover somos bem tratados. O ideal é que a própria AMM crie mecanismos de apoio às nossas coberturas e de circulação da informação. A AMM desconhece a força da imprensa regional e até a existência dos nossos jornais É triste ouvir declarações como essa. Ele foi infeliz. É preciso esclarecer que tipo de normatização está sendo proposta”, afirmou o jornalista Sérgio Vasconcelos editor do jornal Gazeta de Araçuaí e do Gazeta de Araçuaí On Line, sugerindo  boicote aos eventos da AMM caso  o secretário não se retratasse.

Após o evento, Aurélio Cezar foi sabatinado pelos jornalistas e explicou sua declaração.

“ Não quero proibir o trabalho da imprensa porque precisamos dela. Me perdoem mas, não foi uma declaração infeliz mas, audaciosa” afirmou Donadia Ferreira. “ Reafirmo que a distribuição de jornais nos eventos tira a concentração dos prefeitos. Isto não é bom nem para nós nem para vocês”, justificou.

Durante o evento circulou além de jornais da região do Jequitinhonha, a  revista“ Noticias das Gerais”, de responsabilidade da AMM. “  A norma valerá para todos. Inclusive para a AMM”, enfatizou o prefeito.

Prefeitos ouvidos pela reportagem não concordam com a proposta de Donadia Ferreira, argumentando que a imprensa regional tem sido parceira na divulgação de seus feitos.