Abandono de quadra demonstra desprezo da prefeitura pelo esporte em Virgem da Lapa

29/08/2011 22:17

 

  Abandonada pelo poder público municipal, quadra poliesportiva no bairro Bela Vista em Virgem da Lapa, está cercada por lixo e matagal

 

O desejo do aposentado José Gonçalves Dias, 73 anos, de ver a quadra poliesportiva do seu bairro limpa e livre das ameaças da dengue não foi levado à serio pela administração municipal de Virgem da Lapa, no médio Vale do Jequitinhonha.  Em janeiro de 2010,  reportagem do jornal Gazeta denunciava a situação de abandono da quadra no bairro Bela Vista, daquela cidade. Transcorridos 1 ano e 9 meses, a situação continua pior. Na época, o então secretário de Desenvolvimento Urbano e Rural, Harley Lopes, afirmou que o dinheiro liberado pelo governo do Estado não tinha sido suficiente para concluir a obra. " a quadra está cheia de problemas, mas não está abandonada", declarou  o secretário na ocasião.

 

A reportagem do Jornal Gazeta retornou ao local dia 27 de agosto último, para ver o que havia mudado. A situação de abandono continua a mesma. Um grupo de crianças brincava na quadra. " O portão vive aberto. Agente vem sempre aqui, não fica ninguém vigiando", disseram as crianças. Elas reclamam do lixo e da sujeira, da falta de banheiros e bebedouros. " Não dá para fazer jogos aqui por causa da sujeira.Poderia estar melhor. É a única quadra que tem aqui no bairro", diz Marcelo, 13 anos, residente no bairro. Todos os fins de semana ele leva os irmãos de 10, 12 e 8 anos para brincar na quadra. " Poderiam melhorar, colocar luzes, fazer a limpeza. Queria ver tudo bonito. Muita gente vem mas não reclama", diz decepcionado o garoto. Neste momento, a bola usado pelo grupo sai da área central e vai para um canto onde existem  cacos de vidro, ratos mortos, fezes e muita sujeira. O garoto que vai buscar com o pé a bola está descalço. " Você não tem medo de machucar o pé? Pergunto. Ele ri, mas não responde. O mais velho deles informa que toda sexta-feira  idosos utilizam a quadra para fazer exercícios  de caminhada.

 

  Brincando descalço na quadra ,garoto se expõe a riscos entre ratos mortos, lixos  e cacos de vidro

 

A quadra foi construída no final de 2006 com recursos do governo do Estado mas,  nunca foi inaugurada oficialmente. Ela fica em um terreno acidentado, encravada  em um barranco da rua Dom Carlos .”Quando chove empoça muita água formando  focos do mosquito da dengue", informou   aposentado José Gonçalves Dias, nosso entrevistado em 2010.

O muro da quadra é baixo e não existem telas de proteção. Lá dentro, os sinais de abandono e descaso são evidentes. As traves de gol estão enferrujadas. Uma delas está solta e com a ameaça de cair, alguém tentou consertá-la com arame. Não deu certo. Está solta e se cair pode ferir quem estiver por baixo. Uma obra que deveria estar à disposição das crianças,  jovens, adolescentes e idosos, hoje, representa uma ameaça. Esquecidos em um canto, equipamentos adquiridos com o dinheiro público,  como marcadores e hastes  usados para prática do basquete enferrujam.  Do lado de  fora o lixo e matagal dominam a área o que preocupa moradores. " Isto está facilitando a proliferação de ratos aqui na região", conta uma moradora da rua. Há poucos metros da quadra fica a sede da Aprisco ( Associação de Promoção Infantil Social e Comunitária de Virgem da Lapa) dirigida pela irmã do atual prefeito da cidade Everardo Martins (PT)." O Ministério Público precisa tomar conhecimento disto aqui", acredita uma outra moradora que não quis se identificar com medo de represálias. " Tem  muita criança exposta à esta situação", completa." Vamos finalizar a obra e construir um poliesportivo", garantiu Harley Lopes, então secretário municipal de Desenvolvimento Urbano. A declaração dada em janeiro de 2010 parece ter ficado no esquecimento, bem como a atual situação da quadra do bairro Bela Vista. Com a palavra a administração

  Jogados pelos cantos da quadra , equipamentos esportivos enferrujam

 

 

 Sérgio Vasconcelos

 Réporter